segunda-feira, 23 de maio de 2016

O bom do inverno

Buenas!!! Espero que todos estejam bem e felizes nesta bela segunda-feira. Em muitos lugares deve estar um dia lindo de sol e muito quente. Porém aqui o vento minuano está cortando até o aço. Temos um frio rigoroso, mas este vento pra quem tem que enfrentar a rua, ele judia. Eu amo o frio! É minha estação preferida, tirando o vento. Para dormir é melhor época e comer? Nem se fala. As melhores comidas do sul são muito calórica própria para o inverno. Chega a noite vamos para o galpão fazer fogo para esquentar a vida. Como não somos cantantes, colocamos um som mecânico a rodar. Cada chamamé que tocava, caiamos no baile.  Ainda bem que os vizinhos moram longe.

As fotos tão terríveis! O galpão é escuro e meu telefone não é dos melhores, não ficou nítido.
Neste vídeo mostra o ritmo, chamamé. 






Nosso jantar foi simples, arroz branco com bife. Fiz como dizia minha mãe, do jeito relaxado, tudo junto na panela.
Arroz : 01 xícara de arroz, 02 de água fria, sal e azeite. Coloque tudo numa panela e leve ao fogo. 
Bife encebolado: 03 bifes médios temperado com sal, alho e limão; 01 cebola cortada em rodelas. 03 colheres de óleo; Coloque todos os ingredientes numa panela e leve ao fogo ate fritar.  Vai pingando água até formar um molho dourado. Antes de servir coloquei fatias de queijo por cima dos bifes e orégano.



Até a próxima se Deus quiser...


 Anajá Schmitz




terça-feira, 17 de maio de 2016

Da minha Janela



Da minha janela,
recebo os raios do sol que brilham e
anunciam jubilosamente o nascer de um novo dia,
que tende a renovar as minhas expectativas na esperança. Autor







Até a próxima se Deus quiser...


 Anajá Schmitz

terça-feira, 10 de maio de 2016

Solidão


Qualquer dia desses vou sentar a sombra
De um tarumã copado que eu mesmo plantei
Repensar a vida, cuidar meus ressábios
E fazer com gosto as coisas que eu sei... ( Musica de Marenco)
 
Assim é Solidão um lugar para se repensar a vida. Alfredo passa horas solitário em suas pescarias. Enquanto observo as belezas selvagem. Conversas? Não precisa, contemplamos juntos a harmonia do campo e mar. 








Aqui na praia temos que nos virar com o que temos. Fizemos essa babata assada, temperado com sal, orégano e azeite. Para acompanhar o peixe pescado por Alfredo.


Outro fato que ocorreu que vale compartilhar em nossa estada na Solidão. Queríamos comer uma coisa diferente de tarde. Vou fazer um bolo. Coloquei: 02 xícaras de farinha de trigo; 1/2 de açúcar; 01 ovo; 1/3 de xícara de óleo; Misturei tudo para colocar por fim o fermento químico. Cade o fermento químico? Não tinha. Esqueci de levar. Que decepção. Alguém me falou certa vez que podia usar refrigerante no lugar do fermento. Coloquei  guaraná até dar o ponto. Coloquei numa forma untada para assar. E ficou muito bom. Coloquei por cima granola.






Até a próxima se Deus quiser...


 Anajá Schmitz


quinta-feira, 5 de maio de 2016

Sala do Galpão


Depois da árdua tarefa da construção feita por Alfredo e da pintura, veio a melhor parte para mim, decorar. Sai pela casa catando coisas e também juntando moveis velhos da  família para deixar essa sala aconchegante. Esse sofá trouxe da casa de minha sogra. Namorava ele a muito tempo. Comprei tecido para forrar. Agora só falta levar o sofá para forrar e fazer as cortinas de crochês. 


















Até a próxima se Deus quiser...


 Anajá Schmitz

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Entrevendo


Quando amanhece esses dias entristecidos, me bate uma saudade tremenda do tempo em que vivia na Solidão. Quando o sol raiava, lá íamos nós rumo à escola, quebrando nos pês, o gelo da madrugada. Lembro também da família reunida em volta do fogão de lenha, a espera do chiar da chaleira para sorver o primeiro chimarrão. Saudade!!! Onde andará... Onde andará... Quem sabe anda perdida, presa dentro de nós...









Até a próxima se Deus quiser...


 Anajá Schmitz

terça-feira, 26 de abril de 2016

Musgo


Olá queridos amigos! Espero que todos estejam bem! Reclamei do calor e o frio chegou violentamente sem avisar. Começamos a semana com um calor de 38 graus e já estamos com uma temperatura baixíssima. Temos previsão para um grau neste fim de semana. Com esta loucura de calor e chuva, em nosso telhado cresceu musgo. Os gatos passeando pelo telhado derrubaram este belo pedaço de musgo. Já está enfeitando a casa. 






Até a próxima se Deus quiser...


 Anajá Schmitz