segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Cuca maluca



Olá meus queridos amigos! Hoje venho compartilhar minha bomba calórica. Eu faço dieta a semana inteira para poder comer esse bolo inteirinho no domingo. hahahha É maravilhoso! Minha filha ama. E Alfredinho que diz que não gosta de doce, adora essa cuca. Maluca porque coloco tudo por cima. O que tem na geladeira vai indo. Faço  uma limpa e no final fica uma loucura de bom.


Massa do bolo.
02 ovos;
1/2 xícara de açúcar;
1/3 xícara de azeite;
1/2 xícara de leite;
2 xícaras de farinha;
01 colher de sopa de fermento químico;

Bate os ovos com açúcar e vá colocando os ingrediente por ordem, por fim o fermento químico. Coloque numa forma untada E AGORA.... A coisa é feia. É aqui que mora o perigo. Haja colesterol para aguentar essas calorias.
Por cima pode colocar mumu (doce de leite), ameixa, frutas cristalizadas, um pouquinho de licor, e como ninguém gostou acabei com o pote de doce de avelã. E por último faça uma farofa com 1/2 xícara de farinha de trigo, 1/2 xícara de açúcar mascavo,  01 colher de chá de canela e 02 colheres de sopa de manteiga ou margarina. Misture e coloque por cima do bolo. Asse em fogo médio. Quando corar fure com a faca se sair sequinho está pronto.











Um chimarrão bem amargo para acompanhar essa deliciosa cuca maluca.


Até a próxima se deus quiser...
 Anajá Schmitz

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Feliz 2019


Olá queridos amigos virtuais, quero desejar um feliz novo ano que ele venha com muitas alegrias e muitas felicidades. Este ano estou sentindo que vai ser maravilhoso. Muitas expectativas e plano  estão na fila de acontecer. Aqui a vida segue tranquila e com muitos afazeres. Acada dia faço uma nova arte. O galpão continua aberto para receber os queridos amigos.  







Até a próxima se deus quiser...
 Anajá Schmitz

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Viagem ao Caribe

Eu e Alfredo somos aventureiros para qualquer tipo de empreitada. Em junho, um cliente nos ofereceu um Cruzeiro para o Caribe para final o mês de agosto. Me empolguei! E não dei opção de recusa ao Alfredinho. Sempre que fazemos nossas viagens, amigos e conhecidos reclamam por que não os convidamos para se aventurar juntos. Nessa viagem, convidamos e alguns aceitaram. Um dos casais é o Nelcy e Odila, que escreveu um tempo aqui no blog as "Memorias de um Doble Chapa", eles recém tinham chegado de um outro cruzeiro e aceitaram imediatamente. O segundo foi o Vick e Vilma, companheiros de outras aventuras (Buenos Aires, Punta Del Este, etc), também aceitaram prontamente. Por fim, Fagundes e Veneza, o inclusive, esses nem pensaram, já estavam com a papelada pronta. Foi tudo tão rápido, em 15 dias já estávamos de mala pronta a caminho de Panamá. Compramos um pacote de 15 dias, em que faríamos uma rota por cinco ilhas (Sul do mar caribenho) saindo e retornando a Colon (Panamá). 
Aqui nesta imagem, nós encarangados saindo de Porto Alegre com muito frio.

 Foi um choque chegar lá no Panamá com tempo quente. 

Primeira parada em Cartagena.

Cartagena! um sonho antigo. A cidade murada é muito linda. E para quem gosta de moda, lá é o lugar. Amei a moda; já os preços! nada diferente daqui. 






A segunda parada foi em Curaçao. Que lugar lindo!! Esse dá para ficar semanas para conhecer cada cantinho. Tem as lojas mais exclusivas do mundo. Ganhamos um curso de como comprar com sucesso nestas lojas em Curaçao. Mas eu e Alfredo gostamos mesmo é de sentir e viver como os moradores que residem no lugar. Comer nos lugares mais simples e visitar os mercados locais. 



Praia de Mambo Beach.

Ponte móvel Queen Emma!

Depois da longa caminhada uma calórica refeição.

Bonaire é uma ilha ainda quase em seu estado natural. A modernidade está chegando vagarosamente. As riquezas naturais ainda estão intactas. Uma ilha pobre, mas cheia de belos atrativos.   

Salinas é uma fonte de renda da ilha.



 

Conhecemos um ladinho de Aruba, pois nesta ilha resolvemos fazer o passeio de bicicleta que oferecem no cruzeiro. O tempo foi escasso para conhecer o pouquinho que percorremos. Fizemos 28km de bicicleta. Passamos por lugares belíssimos, mas não consegui fotografar tudo o que queria. Tive que me equilibrar e ao mesmo tempo fazer os sinais para andar junto com o grupo. Foi uma superação, tanto para mim, quanto para Alfredo. A bicicleta dele não funcionou o motor elétrico e ele pedalou até a metade do percurso. Um dos instrutores estranhou ele estar muito cansando e resolveu trocar a bike, ai que o problema foi descoberto. O Alfredo ficou muito contente por descobrir que não está fora de forma e pode nos acompanhar sem ajuda do motor elétrico da bike...




O Alfredo chegando na metade do percurso extenuado!! Ai que descobriu que a bike dele não estava funcionando a parte elétrica!!



Na volta só sorrisos.



 Para recobrar as energias nada como muito doce... "Tudo meu"!!!!

Nos despedimos brindando em um dos bares do cruzeiro e já planejando a futura viagem. Nossos companheiros já estão de mala alceada. Em 2019, o Mediterrâneo que nos espere!!! 

Até a próxima se deus quiser...
 Anajá Schmitz

segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Aniversario do Alfredinho


Olá queridos amigos! Espero que todos estejam bem. Não tenho conseguido visitar vocês. A internet ainda não chegou aqui no campo. Está passando perto. Disseram que no próximo ano teremos internet em casa. O tempo por aqui tem feito noites muito frias. Bem no dia que íamos comemorar o aniversário de Alfredo deu um vento forte e frio vindo do Uruguai. Como o galpão ainda está aberto forrei tudo de tecido chitão. Depois disso, me prometi fazer uma parede de tecido.







Esses são os amigos que em breve faremos uma viagem juntos.


Até a próxima se Deus quiser...


 Anajá Schmitz