quinta-feira, 3 de abril de 2014

HISTÓRIA DO POVO CIGANO


Olá!  Hoje venho compartilhar uma paixão. O povo cigano. Sempre me identifiquei muito com eles, com seu jeito de vestir, morar e falar. Comprei um livro sobre um romance cigano. Em que narrava histórias maravilhosa sobre a cultura cigana, uma que mais me chamou atenção foi :

  •  todos os povos tem escritas falando de como surgiu se povo, mas os ciganos como não tinham dinheiro escreviam no repolho, até que um dia veio um burro e comeu o repolho, por isso que não há nada escrito sobre sua origem.

                                                
ORIGEM

        Há muita controvérsia a respeito da verdadeira origem do povo cigano. Segundo uns seriam eles originários da Índia, outros atribuem sua origem ao Egito; ainda há aqueles que afirmam serem eles descendentes de Caim.
        Na verdade torna-se bastante difícil estabelecer com certeza sua origem, pois trata-se de um povo que além de não possuir linguagem escrita, o que permitiria que ficasse gravada de alguma forma sua verdadeira história, mas também pela maneira como foram perseguidos através dos tempos , é fácil compreendermos que eles tenham procurado envolver-se em um clima de mistério, até  por uma simples  questão de sobrevivência. Levando-se em consideração também que suas atividades muitas vezes os levavam a trabalhar com magia, nada mais atrativo para despertar  a imaginação do povo do que esta aura de mistério que os envolvia e ainda envolve até os dias de hoje.
TRIBOS (CLÃS)

        Na verdade, de concreto, sabemos que os Ciganos (ROM, o homem cigano; ROMLI, a mulher cigana) agrupam-se em 7 (sete) grupos ou famílias:

·        KALDERASH
·        MOLDOWAIA
·         SIBIAIA
·        RORARANÊ
·        HITALIHIÁ
·        MATHIWIA
·        KALÊ


HÁBITOS

A cultura Cigana nos oferece belos exemplos, que infelizmente a nossa cultura dos não ciganos (GAJE , homem não cigano; GAJI, mulher não cigana) parece ter esquecido nos atropelos da vida moderna. Dentre eles destaca-se o respeito e amor aos mais velhos, o amor e cuidados com as suas crianças, o sentimento de família. Para eles o velho representa a fonte de sabedoria e experiência que deve ser ouvida e acatada. A criança representa a possibilidade de continuidade, a certeza da preservação de sua cultura. Certamente não encontraremos um velho cigano em um asilo, nem tão pouco uma criança cigana em um orfanato, sequer abandonada pelas ruas. Uma cigana nunca pratica voluntariamente o aborto. O casamento para o Cigano representa a garantia da preservação. Um casamento entre o povo cigano é sempre muito comemorado, pois representa uma oportunidade de reunião e de alegria; não devemos esquecer que o cigano é acima de tudo um povo alegre, que gosta de dançar, de festejar. Geralmente). atribuímos ao povo cigano o Dom de ler a sorte através das cartas (cartomancia) ou da leitura das mãos (quiromancia),  mas eles são um povo com uma habilidade privilegiada para a música. Muitos músicos famosos eram ciganos.

Hal's Vardo exterior

Aqui no Brasil tivemos muitos ciganos que para cá vieram  no início da colonização e além de alegrarem a corte aqui instalada com sua música, também muito contribuíram para a nossa expansão territorial, participando das entradas e bandeiras que desbravaram nosso território. Não fossem eles nômades e andarilhos. Dizem que um de nossos presidentes, aliás aquele que nos tempos modernos mais se envolveu com o abrir estradas e conquistar  o nosso próprio espaço era de origem cigana.
Gypsy

     Antigamente os ciganos viviam sempre em barracas e viajavam em caravanas; atualmente muitos deles tornaram-se sedentários, talvez até pelas contingências da vida moderna, mas mesmos estes procuram de vez enquanto acampar, para de alguma forma preservar uma tradição.

Fonte de pesquisa:
http://kristina.no.comunidades.net/index.php?pagina=1804605949
http://gitanaamaya.blogspot.com.br/p/bandeira-do-povo-rom-gelem-gelem-hino.html
http://calinrayanaacartomante.arteblog.com.br/209469/HISTORIA-DO-POVO-CIGANO/



Até a próxima se Deus quiser...

 Anajá Schmitz

32 comentários:

  1. Lindo texto e super informativo...e as imagens, divinas! bjs

    ResponderExcluir
  2. Gosto do povo cigano . Custa-me ver como é descriminado.

    Adorei o tua informação sobre este povo. As imagens são belíssimas.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Vim retribuir a visita ao meu cantinho e fiquei deliciada com este texto :)
    As fotos estão lindas.
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  4. Relembro amiga Anajá:
    Quinta-feira, 6 de Junho de 2013, falamos na presença dos Ciganos em Forninhos:

    Em vez de etnia ou raça cigana, prefiro chamar-lhes o povo cigano, espalhado pelo mundo, orgulhoso das suas tradições e costumes enraizados e preservados. São altivos e ao mesmo tempo ladinos, como rezavam as palavras do seu baptismo "eu te baptizo com a água deste ribeiro, para que tenhas o olho fino e o pé ligeiro".

    Minha vida de campo 6/07/2013:
    Que belo relato, lembro de quando era criança em Solidão, também recebíamos ciganos... Para nós era uma festa recebê-los com sua magia e trazendo na bagagem sonhos para nós de uma terra muito distante da civilização. Alguns deles são nosso amigos até hoje e nos visitam.

    E assim continuam, naquela nação que é onde têm os pés.
    BARTAI SASTIMOS!

    ResponderExcluir
  5. Amei descobrir toda a história, muito interessante, obrigada!! ;)

    Santi

    ResponderExcluir
  6. Que lindo.. é muito bom, ver pessoas falando bem dos ciganos.. eu amo esse povo, suas tradições e alegria.. quando criança, uma familia mudou para um lote vago q ficava no fundo da minha casa.. a filha do patriarca se tornou minha melhor amiga e com isso pude conhecer um pouco dessa cultura que é riquissima... eles são proibidos de falar muito sobre sua cultura, mas aprendi muita coisa.. sabia até falar algumas coisas no idioma deles... eles ficaram mais de ano morando ali, minha amiga acabou indo morar com uma tia em outra cidade e a ultima vez q a vi ela tinha ido se despedir do pai, pois iria se casar e depois de casada nao podia mais ver a familia, pork a partir daquele dia ela ganharia uma familia nova e deveria se dedicar a ela. Depois disso nunca mais tive noticias dela

    ResponderExcluir
  7. Antes de mais tenho de dizer que ADOREI as fotos. Lembrei-me do tempo que eles aparcavam lá na minha terra, em lugares amplos, perto de onde houvesse água. As pessoas de lá gostavam de recebê-los, sobretudo as crianças. Eram um povo alegre e os seus pertences e apetrechos para cozinhar reluziam…
    Aqui onde vivo muitos ciganos hoje dedicam-se ao negócio das feiras e vivem em apartamentos, mas é como disse, é sabido de quando em vez, esses vão acampar.
    Grande abraço e parabéns pelo excelente 'post'.

    ResponderExcluir
  8. oi Anajá,lindo texto e uma linda historia do povo cigano bjs Rosinha

    ResponderExcluir
  9. No conocía la historia, y acá la cuentas muy detallada y clara.

    ResponderExcluir
  10. Se são amigos, são amigos até ao fim.
    Mas não os queiram ter como inimigos!
    BFDS!

    ResponderExcluir
  11. Nos ha gustado la historia! Gracias por compartirla!
    Feliz finde y besos de las dos

    ResponderExcluir
  12. Oi oi passei por aqui apenas para desejar bom fim-de-semana!! Eu e a minha familia nunca nos demos bem com pessoas de raça cigana!! Beijinhos fofinhos e fica com deus!! mundomusicaldacarolina.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  13. Lindo texto com muita informação ! Oculto o lado menos bonito dos ciganos mas em todo lado há bom e mau !
    Beijocas e bom fim de semana !!!
    Anna

    ResponderExcluir
  14. Que legal saber tudo isso !
    Realmente as pessoas não sabem muito sobre o povo cigano,e por isso tem tanto mistério em torno deles.
    Eu gostei de saber um pouco mais sobre eles e acho que deveriamos seguir os exemplos de vida deles.
    Como respeitar os mais idosos e cuidar bem de nossas crianças.Obrigado por compartilhar seu conhecimento conosco bjs.

    ResponderExcluir
  15. Boa tarde,Anajá
    Uma postagem muito interessante,com imagens assaz bonitas! Parabéns
    Tanto assunto desconhecido! Obrigada por partilhar.
    Beijinhos
    Beatriz

    ResponderExcluir
  16. Opré romalé, nais tuke.

    bjs nossos - no Brasil existem 3 grandes grupos, o rom, sinte e calon. Hoje a pobreza, a miséria e a discriminação são absurdas, como antigamente. Essas carroças existem apenas para o deleite de muitos pouco, não existem mais. Os cavalos apenas no sul da França...agradecemos sempre o carinho.
    Entretanto a Rromá não é mais mistério:
    www.amsk.org.br.

    um bj de todas nós.

    ResponderExcluir
  17. Hola Anaja querida !! por aca cada dia se ven menos gitanos.. o quizas los hay pero ya no usan sus trajes de antaño.. ya no se ven las gitanas de vestidos floreados y largos.. ahora andan de yeans y hablando por telefono movil

    ResponderExcluir
  18. Amei o post! Lembro que quando era criança seguido apareciam em um campo perto de casa grupos de ciganos, montavam lindas barracas coloridas, as ciganas usando saias coloridas passavam nas casas para "tirar la suerte". Pena nunca mais os vi. Boas lembranças....

    ResponderExcluir
  19. Ola minha querida, retribuindo sua visita , seu carinho e atenção, sempre presente no meu cantinho.
    Muito bom conhecer um pouco da cultura cigana. Adorei!!
    “A cada dia a esperança se renova,
    na busca de um amanhecer iluminado
    trazendo novo sorriso .
    Não há escuridão que permaneça
    para sempre, quando existe um
    sonho e uma esperança no amanha”.
    Que sua noite seja tranquila e seu amanhecer abençoado, e que a chama da esperança continue viva em seu coração.
    Abraços da amiga Lourdes Duarte

    ResponderExcluir
  20. me lembrei agora de quando era criança e tinha um terreno perto de casa que vira e mexe tinha ciganos...ai minha avó dizia
    nada de andar sozinha na esquina pois o povo já chegou para pegar criança....aff! rsrrsrsrs
    mas quem disse que era assim essas lindezas , nada nada...pois pode apostar se fosse assim já tinha entrado e bisbilhotado...LINDOS E ADMIRAVEIS ESTE POVO.
    beijocas,sejamos gentil.
    BELO FIM DE SEMANA.
    DEUS ABENÇOE A GRANDE FAMILIA.

    ResponderExcluir
  21. Olá,

    Adorei conhecer um pouquinho mais sobre esse povo tão diferente!!

    Tenha um ótimo final de semana,

    beijinhos,

    Lígia e =^.^=

    ResponderExcluir
  22. Poxa que porreta seu texto, eu mesmo conheço muito pouco da cultura cigana! Sei que sua cultura é muita rica e bonita.

    Na Bahia, infelizmente, os ciganos não são bem vistos não! Uma pena, mas, eles aprontam como dizemos por aqui, roubam, matam e por ai vai...

    Claro, isso não é a maioria, mas, mancha, deixa as pessoas não ciganas com uma pulga atrás da orelha quando se fala em ciganos.

    Ao certo, vc fez uma bela homenagem!

    O Sibarita

    ResponderExcluir
  23. Acho linda essa história da vida
    dos ciganos, gostei de saber mais um pouco
    quando eu era pequena passou pelo sitio onde morei uma caravana
    e tinha um moço tão lindo que me convidou pra ir embora com ele
    corri e me escondi dentro de casa kkkkk, meu pai morreu de rir de mim
    Mas era gente boa né....

    Bom fim de semana
    Bjusss
    ___Rita!!

    ResponderExcluir
  24. Oi querida, muito interessante!!
    Beijos e tenha um ótimo final de semana!!

    ResponderExcluir
  25. Que lindo, obrigada por compartilhar e nos trazer conhecimento.
    Quase não vemos mais ciganos pela cidade. Uma pena, um povo com uma história bem interessante, mas que as vezes as pessoas tem preconceito.
    AS carroças são lindas. Tenho uma de papel que ganhei da Kaku do blog Lilicutes. me fez lembrar ^^

    bjs
    Paty

    ResponderExcluir
  26. Oi querida,

    Adorei saber mais sobre a cultura cigana!!! Acho as mulheres ciganas lindas! sua dança, suas saias! parabéns pelo post cheio de informação!
    Bjs no coração

    ResponderExcluir
  27. Passando para retribuir sua visita e seu comentário,muito obrigada.
    Gostei bastante de ler seu post e conhecer um pouco mais dessa cultura tão cheia de mistérios.
    Bjs
    Carla

    ResponderExcluir
  28. Aqui na Itália tem muitos ciganos!
    Aqui passa um programa de tv que fala sobre os casamentos entre eles e são sempre cheios de muito amor e muuuuuuuuuuuuuita festa!
    Adorei teu post!
    Te desejo uma ótima semana.
    Bjim
    Léia

    ResponderExcluir
  29. Olá Anajá !!
    Gostei muito de obter mais informações sobre o povo cigano , que sempre admirei !!
    Porém penso que eles não são descendentes de Caim , não .
    Que lindas as carrocinhas !! Um belo post !!

    Bjs e uma semana iluminada !!

    ResponderExcluir
  30. Sempre tive fascínio pelos ciganos, são irreverentes, seguem suas próprias leis e se respeitam muito, quando pequena sonhava que um cigano me levaria, para viver uma vida de aventuras. Vê se pode, eu que sou tão careta, não gosto muito de sair do meu porto seguro.
    Mas, acho muito linda a história dos ciganos, sempre muito colorida e musical.
    Amei Anajá, você ter feito esta postagem, abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir

Obrigada pela carinhosa visita. Tenha um ótimo dia.