segunda-feira, 18 de maio de 2015

Um tour pelos cenários de Solidão


Quando vamos para Solidão, esse belo cenário nos dá as boas vindas e também se despede de nós, nos deixando uma vontade louca de retornar o mais breve possível. Essas figueiras me trazem boas lembranças da infância. Todos finais de semana meu pai nos reunia e íamos para praia. E lá ia ele com a ninhada de cinco filhos. No caminho para a praia tinha uma figueira frondosa e sempre cheia de frutos. Para minha tristeza. Eu não gostava dos frutinhos, mas para meu pai era uma alegria nos levar para comer os figuinho. Parávamos a carroça de bois em baixo da figueira e era só levantar o braço e pegar os frutos. Ele ficava numa felicidade comendo aqueles frutos que nos cortava o coração dizer que nós não gostávamos. Então, nós comíamos para agradá-lo. O fruto era bem pequeninho doce demais e tinha um leite que travava a língua. Que fruto ruim. Não sei como ele gostava daquilo.
 
Quando olho para essa imagem me lembro dos apuros que passaram e ainda passam os agricultores, principalmente os lavoureiro de arroz. Eles não tem nenhum incentivo da parte do governo. E os que buscam ajuda como empréstimos bancários não aguentam as altas taxas de juros e acabam quebrando seu negócio.







 








Até a próxima se Deus quiser...

 Anajá Schmitz

35 comentários:

  1. Eu nem sabia q a figuira dava frutinhos....

    Deve ser solitário por ai, não??

    bj

    ResponderExcluir
  2. Uma paisagem maravilhosa, transpirando paz e liberdade.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  3. Anajá do céu! Como é possível você não gostar de figo? Um fruto que parece feito pelos deuses para nosso deguste! Ah, eu adoro! Há muitos anos, vivi numa casa com uma figueira no quintal, mas era tão alta que eu, doida de desejo de alcançar os figos, me empoleirava num muro perto da árvore na ânsia de conseguir meia dúzia de figos! Tão bom.
    A vida dos pequenos agricultores não é fácil: é labuta de sol a sol e viver à mercê dos caprichos da natureza.

    bj amg

    ResponderExcluir
  4. Admiro imenso e respeito o trabalho árduo do lavrador!
    Eu adoro figos!
    bj amigo

    ResponderExcluir
  5. Noooossa!
    Não tem mesmo como não amar SOLIDÃO. As fotos nos levam a fechar os olhos e ficar imaginando esse lugar abençoado. Um dia ainda conheço! kkkk
    Será que os figuinhos eram tão ruins assim mesmo? kk
    Bjsssss p/essa família linda

    ResponderExcluir
  6. Imagens maravilhosas.
    Obrigada pela visita tão carinhosa em meu blog.
    bjs e uma ótima semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  7. Oi Anajá,
    As imagens são lindas. Onde fica solidão?
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Siempre pones lindas fotos de ese lugar. Se ve que es bello.

    ResponderExcluir
  9. Lindas fotos, super típicas.
    Ótima semana para vc!
    Obrigada pela visita
    Beijos Coloridos!!!♥♥♥

    ResponderExcluir
  10. Que lugar maravilhoso! Penso que a vida dos agricultores não é nada fácil, mas eu aprecio demais a vida no campo. Se eu pudesse viveria em um lugar assim. Amei o post! Bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi Anajá,
    Eu gosto muito de figos cristalizados, em doce, mas in natura, nunca comi.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Bela sessão fotográfica,bonitas fotografias,desejo-te uma maravilhosa semana!! Até breve!!

    ResponderExcluir
  13. Que imagens tão bonitas :-) Uma beleza natural... Adorei...

    Beijinhos***

    ResponderExcluir
  14. Que paisagem maravailhosa!!! adorei!!, gosto demais nos dá paz...Bjussss

    ResponderExcluir
  15. Não conheço terra com nome mais bonito, romântico, mesmo!
    Quando fala dos figuinhos ruins não pode estar falando dos figos que conheço que sou uma delícia pura.
    Quanto à falta de apoio aos agricultores, esse é um problema infame que também se vive aqui, onde todo o lucro fica nas mãos dos intermediários.
    Beijo da Nina

    ResponderExcluir
  16. Uma terra com um nome invulgar fez-me lembrar aquele livro os "Cem anos de Solidão" um belo trabalho com muito boas fotografias.
    Gostei de visitar o blogue.
    Um abraço e uma boa semana.

    ResponderExcluir
  17. Hi dear,
    Such a great post. Now, I'm your new follower.
    Btw, I want to invite you to join my Giveaway on my blog : http://claudiacernean.blogspot.ro/2015/05/banggood-giveaway.html .
    Have a beautiful day.

    ResponderExcluir
  18. As fotos me trazem u misto de nostalgia com alegria: coisas do campo! abraços

    ResponderExcluir
  19. Cara Anajá ,
    O que posso dizer perante tanta Beleza de imagens ?
    Simplesmente Maravilhoso esse Lugar e este seu Espaço ... cheguei aqui meio por acaso ... e encontrei aqui um Lugar de Paz , Harmonia com os espaços envolventes .... e uma Serenidade que me encantou :)

    Um Abraço e Boa Semana junto de todos aqueles que lhe são Queridos :)
    Luis Sousa

    ResponderExcluir
  20. Anajá, morri de rir com sua história de comer os figos, para agradar seu pai.
    Não conheço figo. Mas tem uma história de minha "criancice" que falava "no figo da figueira que meu plantou".
    Parece que a menina da história tinha sido enterrada no pé da figueira.

    Aqui tem uma cidade chamada Solidão. Não conheço. É sertão.

    Suco de uva vc deve tomar muito, não é?
    Sua terra, tem muita produção de vinhos e de sucos.

    ResponderExcluir
  21. Boa noite Anajá, o fruto da figueira é ruim, trava, amarra, não gosto. Quando você fala dos agricultores, nos vêm à lembrança os muitos que deixaram o campo, por falta de incentivo e pelas armadilhas dos empréstimos. A agricultura é a área mais explorada, muito trabalho e quem ganha são os atravessadores. As imagens são lindas, pena que tenha essa tristeza do abandono... obrigada, abraços carinhosos
    Maria Teresa

    ResponderExcluir
  22. Oi Anajá, nossa que tempo bom foi a sua infância. Imaginei a cena descrita por ti. "Parávamos a carroça de bois em baixo da figueira e era só levantar o braço e pegar os frutos." Sua história me fez lembrar quando eu era criança tínhamos um cajazeiro e uma goiabeira aqui em casa. Eu "vivia" nos seus galhos colhendo frutos. No cajazeiro meu pai fez um balanço com cordas e um pneu que eu adorava me balançar . Tivemos uma bela infância.
    Pelas fotos Solidão é um lugar super calmo. Lugar para tirarmos um bom descanso dessa vida agitada que temos na cidade grande.
    Tudo de bom querida,bjsssssss

    ResponderExcluir
  23. Dearest Anajá,
    Lovely photos and stories of real life. Yes, figs can have that milky juice running out from where the stem attaches. They can be delicious but should not be overripe...
    What a sad story about those rice farmers and others. It is the same world wide struggle for making a living. My Parents had greenhouses with vegetables and sometimes all the planting, the weeding, the hard work + harvest was done all in vain as the auction did not pay money. So sad and I guess it is only in the agricultural and horticultural sector where people risk so much for making a living! Politicians sure don't know the pain of not earning a decent living in a fair way...
    Hugs,
    Mariette

    ResponderExcluir
  24. Oi Anajá, que belo lugar e que fotos lindas. Amei o tour, obrigada por compartilhar, maravilhoso.
    Bem!

    ResponderExcluir
  25. Oi Anajá, que belo lugar e que fotos lindas. Amei o tour, obrigada por compartilhar, maravilhoso.
    Bem!

    ResponderExcluir
  26. Gracias por el Tour.
    Muy bonito.

    :)

    Besos.

    ResponderExcluir
  27. Lindo mesmo Anajá,parece até com a Africa do Sul algumas fotos,muito lindo.
    O Brasil tem lugares muito bacana mesmo. E o Sul do Brasil,eu ainda nao conheço mas me encanta.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  28. Oi Anajá
    lindo nome Solidão
    pensei que era a praia onde você vai, e traz conchinhas e madeirinhas
    e foi um lindo relato sobre a infância, o pai e os figuinhos
    É realmente o governo não incentiva os lavoureiros,
    só querem plantar cana , por isso São Paulo está na seca.
    Acabaram com as plantações de laranja, e outras frutas, para dar lugar a cana e essa acaba com o ar e o solo.
    muito lindo seu post.
    bjss

    ResponderExcluir
  29. Que lugar mais maravilhoso.. a paz mora aí né?
    Dá um tranquilidade só de ver as fotos.
    Beijos
    http://mhilkadiniz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  30. Olá Anajá: que fruto ruim,hem? Amiga: já me ri com esta descrição. Por cá os figos são tão docinhos. A minha mãe costuma chamá-los "figos pingo de mel", pois numa das extremidades parece realmente sair um pingo de mel.
    As fotos deste lugar paradisíaco são lindas, como sempre.
    Bjn
    Márcia

    ResponderExcluir
  31. Acho engraçado este nome solidão... me parece tão triste... um bom fim de semana, beijos!

    ResponderExcluir
  32. Solidão é linda!!

    Que bom ter gostosas lembranças da infância…hehhehee….

    Dependemos dos frutos da terra e infelizmente nesse país maravilhoso em que vivemos, o nosso governo não valoriza o trabalho do agricultor…e seu árduo serviço.

    beijinhos, tenha um final de semana bem bonito!

    Ligia e =ˆ.ˆ=

    ResponderExcluir
  33. Anajá muy lindas fotos.
    Espero que disfrutes de un lindo fin de semana y abrazos desde Costa Rica.

    ResponderExcluir

Obrigada pela carinhosa visita. Tenha um ótimo dia.