segunda-feira, 30 de outubro de 2017

São José do Norte/ RS


Esta cidade fica a 210km de Solidão, lugar aonde nasci e vivi. Antigamente, se precisássemos qualquer coisa, tínhamos que ir a São José do Norte.  Meu pai ia a cavalo. Passava a noite viajando e na volta, ele contava muitas histórias. Histórias de assombração. Ele nos contava sempre sobre uma mulher fazendeira. Dona Hemengarda, que usava um baita revolver na cintura e vagava a noite com seu jipe pelos campos. Ele falava que via uma luz ao longe e se arrepiava  de medo. Andava ele sólito pela estrada e via passar aquele vulto dirigindo o jipe silencioso. Até hoje, quando saio na rua em noite escura, parece que vou encontrar o jipe da Hemengarda.
Aqui chegamos e recém havia saído uma balsa. E lá se fomos dar uma caminhada na cidade e rever as lindas construções antigas. Fiquei feliz de ver que estão restaurando as casas antigas.





























Devido aos valores exorbitantes dos pedágio nas estradas, os caminhoneiros preferem se aventurar na balsa entre Rio Grande e São Jose do Norte seguindo pela BR101, que além de ficar menor o percurso é mais bem barato. Agora temos que lutar por espaço contra os caminhões na travessia de balsa.






Seguimos rumo ao Chuy Uruguaio.


Até a próxima se Deus quiser...


 Anajá Schmitz

28 comentários:

  1. Amo conhecer coisas novas, amei passear contigo!
    Rios/mares/embarcações me encantam, amiga!

    ResponderExcluir
  2. Belas fotos e bom rever o passado.Imagino as histórias...bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Obrigada pelo carinho.
      Bjos e feliz Natal.

      Excluir
  3. Cuántos recuerdos te debe traer este lugar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade.
      Obrigada pelo carinho.
      Bjos e feliz Natal.

      Excluir
  4. Respostas
    1. E está. Fico triste de ver que esta bela cidade está estagnada. Mas também tem a beleza da vida tranquila do campo.
      Abraços.

      Excluir
  5. LINDO LUGAR PERO LA HISTORIA DA MIEDO;)
    LA IGLESIA ASI BLANCA NO CONOZCO NINGUNA..
    LA TRADUCCION AL CASTELLANO MALISIMA!!!!CHAUCITO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu pai adorava contar histórias de assombração.
      Bjos, feliz natal.

      Excluir
  6. Amo estes casarões antigos. Lindos olhares! Boa continuação! Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Olá Anajá.
    Aproveitem bem esta viagem, um retorno ao passado que ainda permanece nesse casario em estilo português. Lembrando que entre guerras foi formada essa bela cidade A primeira contra os espanhóis e a segunda contra os Farrapos. Belas fotos, curtam cada minuto. Respeitoso abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada pelo carinho, essas cidades tem muitas histórias, mas agente desconhece. Obrigada pela partilha.
      Abraços.

      Excluir
  8. Oi Anajá,
    Não conhecia São José do Norte. A arquitetura é linda!
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma cidade muito antiga e cheia de histórias.
      bjos feliz natal.

      Excluir
  9. Ola!
    Essa cidade parece ser bem tranquila.
    Lindas as fotos
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  10. Querida Anajá
    Tudo foi novidade para mim:como gostei de ver!
    Essa igreja é tão simples, mas tão linda! Até vitrais tem na porta!
    Paisagens diferentes, construções coloniais!
    Obrigada pela sua maravilhosa reportagem fotográfica.
    Continuação de uma boa viagem.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho e amizade.
      Desejo um feliz Natal.
      Bjos

      Excluir
  11. Belas imagens!
    Obrigada pela partilha.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço o carinho.
      Bjos e feliz natal.

      Excluir

Obrigada pela carinhosa visita. Tenha um ótimo dia.