segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Tramandai


Essa cidade litorânea é vizinha de minha cidade, Osório. São 22 quilômetros de distância. Ao entardecer sempre pegamos nossas tarrafas e caniços de pesca e vamos pescar na ponte que faz divisa com Tramandaí e Imbé. Não é história de pescador, tem imagens para mostrar a baita pescaria que se faz. Usamos muito a tarrafa. Um tempo atrás meu filho tinha uns doze anos de idade. Os homens resolveram pescar de tarrafa e levaram ele junto. Ele era um menino muito inquieto. Alfredo deu uma tarrafa para ele brincar, ele nem sabia atirar. Ele atirou a tarrafa fechada em oito como dizem por aqui. Gente do céu. Pegou oito tainhas enormes. Quase que me afogam o guri, começaram a tirar tarrafa em cima do guri para também pegar os peixes. Foi uma loucura. Ninguém acreditava que ele pudesse pegar tantos peixes. Não tinha nem força para tirar os peixes da água. Isso não é história de pescador, Xico! 




















Até a próxima se Deus quiser...

 Anajá Schmitz

22 comentários:

  1. Que delicia !!! Que vontade de estar ai, parece tudo de bommmmmm !!! E o peixinho fresquinho hummmmmmm !!! Parabéns amiga por desfrutar de um lugar tão maravilhoso assim...
    Beijos e tenha uma linda semana.
    Ângela http://artesanatoangel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Ah, como eu queria estar aí...que lugar reconfortante, estou precisando...bjs.

    ResponderExcluir
  3. Que fotos lindas, a faina correu bem, peixinho para o jantar, bem bom, beijos

    ResponderExcluir
  4. Un lugar precioso,tu hijo muy valiente.
    Besos

    ResponderExcluir
  5. Oi Minda,que lugar maravilhoso,eu adorei.
    bjs amiga e obrigada pelas visitas.
    Carmen Lúcia.

    ResponderExcluir
  6. Confesso que fui "tramando" em Trumandai, por uma tarrafa.
    Assumo o meu gosto pela pesca desde miudo no rio e riachos do interior de Portugal, as coisas mais simples, ate se verem umas pequenas redes manuais e caseiras que davam "multa" e ir "responder" perante as autoridades.
    Na agua salgada, de terra e mais tarde esquecer a costa e de barco "esticar" o corpo e combater o enjoo que nunca senti, bastava pao e presunto e assumo, dois goles de vodka "Absolut", por isso e nas madrugadas aquando vinham os incomodos gritavam por mim, nao pelo nome, mas em linguagem russa que nem me lembro...
    Uns anos atras, tive contacto longo com gentes do Alentejo, num local maravilhoso que guardo junto ao rio Guadiana com casa junto a uma das suas ribeiras. Yinham feito a maior barragem da Europa, o Alqueva e o peixe subia por aqueles regofes(bracos de agua), ate por as bogas e achigan ali se irem reproduzir nas aguas limpas.
    Por la pesquei mito barbo, carpas e etc...
    Havia dois senhores de idade que faziam o favor de me visitar aquando por ali passava uns dias, levando pao, vinho e linguica e muito carinho, ao ponto de me ensinarem a fritar aquele peixe do rio, o segredo no oleo e a mistura das ervas que abundavam em frente.
    Um dia, "um deles" trouxe as escondias um saco. Sr. Xico, isto apanha o peixe "safado" que queremos.
    E com calma e dois dias depois, a "saia" da tarrafa abria para meu encanto nas minhas maos. Antes tinhamos treinado o atirar, o peso das chumbadas, o deserrico e principalmente o voltear para ela abrir.
    Basta rcuar tres anos atras e agachados e em silencio, chegar ao fervilhar da peixaria. Cabo de fio bem seguro na mao, ponta da tarrafa nos dentes e ao sinal, largar e a correr, afundar ainda mais algum peso de chumo, nao fosse o peixe fugir.
    Verdades de pescador, Anaja!!!
    Beijos e abracos.

    ResponderExcluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Que maravilha de lugar.
    As fotos falam!

    Estou encantada!

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  9. Que lugar más bello, la playa es un encanto.
    Saludos desde Costa Rica

    ResponderExcluir
  10. Parece que estava frio....
    conheço bem esses lugares!
    adoro uma tainha!
    boa semana bjsssssssssss

    ResponderExcluir
  11. Amiga, eu amo passar por aqui e saber cada vez mais sobre a tua terrra. Falta agora a receita p/tainhas né?
    Alfredo melhorou?
    Espero que sim...
    Bjsssss p/todos

    ResponderExcluir
  12. AMIGA, JÁ ESTÁ QUASE PRONTA SUA TROQUINHA.....AVISO QUANDO MANDAR...
    BJAO THAÍS
    BOA SEMANA PRA VC....

    ResponderExcluir
  13. Imagens maravilhosas. A Natureza sempre sendo bondosa.
    Gostei muito de ler este seu post e ver as fotografias.
    Obrigada pela partilha.
    Desejo que esteja bem.
    Bj.
    Irene Alves

    ResponderExcluir
  14. now that's a man that likes to fish!

    ResponderExcluir
  15. Amiga, parabéns p/meninos da família (Alfredo, filhote e outros kkkk) pelo dia do churrasqueiro que é hoje.

    Bjsssssssss

    ResponderExcluir
  16. Boa noite vim deixar uma frase pra vc

    ¸.•*¨✿✿"Há pessoas que nos salvam sem perceber. Por amor. Por amizade. Por simplesmente querer bem."

    Paolla Milnyczul ¸.•*¨✿✿


    Bjusss
    Rita

    ResponderExcluir
  17. Querida Anajá, bom dia!
    A história do teu filho me fez lembrar da única vez que pesquei! Eu tinha 15 anos e éramos uma turma enorme e fui a pessoa que mais pescou naquele dia, dei um banho nos veteranos!
    Lindas fotos.
    Te desejo um ótimo dia.
    Bjim com muito karim
    Léia

    ResponderExcluir
  18. Oi Anajá!!! Tudo bem? Por aqui, apesar da correria está tudo bem! Estamos morando no Recanto, em Maquiné, finalmente! Começamos a mudança no dia 12 de setembro mas ainda tem muita coisa para ajeitar por aqui. Agora sou tua vizinha de cidade! Já fomos à Osório algumas vezes nestes dias, inclusive para comprar a máquina de lavar roupa. Até brinquei com a Lena, do Enkantos da Lena, que eu poderia trazer o presente que ganhaste no sorteio do blog dela, já que estou pra lá e pra cá (PoA - Maquiné) o tempo todo. :-) Estou curiosa para saber onde fica o teu sítio e onde tu trabalhas na cidade. Logo que der te faço uma visitinha e quem sabe, um dia faças uma visita para nós também. Por enquanto ainda tenho muita coisa para fazer por aqui. Muito saí de Porto Alegre com um antigo namorado, para namorar nas pedras da barra de Imbé, nos sábados de tarde. Era pá, pum e voltava para PoA, normalmente no inverno. Mas isso faz taanto tempo... Tramandaí para mim, só fora de temporada mesmo! Esta semana fiz uma pizza bem parecida com a tua, usando fatias de pão. É prático e gostoso, né? Bom, logo que der, colocarei as postagens em dia. Tudo de bom para vocês e obrigada pelo carinho! Bjinho!

    ResponderExcluir
  19. Como me gustaria estar alli y sentir la brisa del mar comoesas personas en la foto!!!

    ResponderExcluir
  20. Quer lugar lindo! Tenho certeza que em dias ensolarados deve ser muito mais lindo!

    K!

    ResponderExcluir

Obrigada pela carinhosa visita. Tenha um ótimo dia.