terça-feira, 28 de julho de 2015

Charque amigo


Lá em Solidão, quando criança, eu era muito nojenta pra comer. Charque ( carne seca) era uma coisa que eu nem chegava perto. A gente quando mora no campo tem um sonho de morar na cidade pra ser chique, agente se acha muito grosso sem modos finos da cidade. Uma vez uma amiga de minha mãe me convidou para passar o fim de semana na cidade. Lá me fui cheia de expectativa. A noite fomos jantar num restaurante. Imaginei a comida vai ser uma loucura. Eu nem imaginava os prato chiques que iriam servir. O ambiente era lindo, muito diferente da nossa realidade do campo. Fizeram o  pedido, fiquei só esperando as deliciosas comidas. O que trouxeram para nosso banquete? Charque. Odeio charque! Essa comida agente come em casa, Que decepção! Veio, carreteiro de charque, aipim frito e feijão mexido. Bah! E eu que não comia isso nem em casa. Tive que comer e achar bom. Quando cheguei em casa e contei para eu pai. O fofoqueiro contou pra todo mundo. Era uma gozação só. Me perguntando quando eu ia para a cidade novamente degustar comidas chiques. 
Mas imagens apresento nosso cardápio gaúcho, essa é a comida campeira que todos os dias tem aqui por casa. O aipim frito é só nos domingos. O tal do colesterol proibi os outros dias.


Muita pimenta para acelerar o metabolismo.





Até a próxima se Deus quiser...

 Anajá Schmitz

54 comentários:

  1. Um belo cardápio gaúcho de fazer abrir o apetite.
    Um abraço e boa semana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa comidas são maravilhosa, tem que experimentar nosso churrasco.
      Tenha um ótimo dia.

      Excluir
  2. Anajá,
    Senti até o cheirinho...hummm...E morri de rir com a história do charque.Eu gosto de charque.Mas aqui não tem.
    Quando meus irmãos vem me visitar me trazem da Bélgica, lá tem muito mercadinho e açougue brasileiro e encontram fácil prá comprar. E fico regulando a iguaria, deixo prá fazer arroz de carreteiro ou escondidinho.Tô é chique então...rsrs...Besitos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, nosso povo está levando nossas delicias para o mundo todo. Assim vocês que moram longe matam a saudade de nossas comidas. Adoro escondidinho.
      Bjos

      Excluir
  3. Amo aipim frito e carreteiro de carne do sol com charque!
    Delicia sua mesa,beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu gosto mais de aipim frito e a batata doce frita que delicia.
      Bjos

      Excluir
  4. Amei a história rsrs
    Delícia de comida Anajá!
    A mesa posta está linda!
    Desejo uma tarde linda e florida! Bjos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agente quando vai a cidade volta com muitas histórias, e passamos muita vergonha também por desconhecer as modernidades.
      Bjos

      Excluir
  5. Adorei o lugar.... bem aconchegante, e a comida só de olha me deu água na boca!
    Amei as fotos!
    Beijinhos Nath

    ResponderExcluir
  6. Pois eu amo esse tipo de comida bem regional, bem rústica. Amo carne do sol, domingo mesmo foi o prato do dia com um purê de mandioca. Adoro!!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que delicia deve ser purê de mandioca, nunca fiz. Mais uma dica para fazer.
      Bjos tenha uma ótima semana.

      Excluir
  7. Que mesa linda amiga, e essa comida que sabor de ve te!!! bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou suspeita pois adoro comida assim feita no fogão. mas esse espinhaço de carneiro frito é muito bom.
      Obrigada pela visita.
      Bjos

      Excluir
  8. the red peppers on the wood board are a very cool photo!

    ResponderExcluir
  9. Humm, hummm e hummm!
    P/mim já está bom só o aipim frito kkk
    Fiz novamente a farofa da tua irmã, virei fã!
    Bjssss p/todos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal, vou falar pra ela do sucesso da farofa. Bjos

      Excluir
  10. Nada como a comidinha caseira, boa para a saúde, como a que vimos em sua casa, beijo Anajá

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, faz bem pra saúde e para a alma.
      Bjos

      Excluir
  11. Oi Anajá, é a Vi, é assim mesmo, as vezes temos "birra" com certos alimentos e depois que provamos vemos o quanto é bom.
    Eu fiquei de olho na mandioca frita, que delicia quanto a mandioca esta macia, até mesmo sem fritar é bom demais.
    Muitos beijos,Vi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade. A mandioca quando cozinhamos e fica bem macia, nós fizemos uma farofa: com azeite de oliva, alho, bacon e tempero verde acrescenta farinha de mandioca e mexa até ficar bem torradinho e coloque por cima do aipim cozido, fica muito bom. Por que será que fritura é tão saborosa, né.
      Bjos tenha um ótimo dia.

      Excluir
  12. Olá,adoro comida caseira.
    http://sirlenelacerda.blogspot.pt/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Saber que foi feito com carinho tem outro sabor, apesar que também gosto muito de comer fora. Se tiver que sair para comer fora, tem que ser pizza. Pizza é minha paixão. É a unica comida que no restaurante é melhor que em casa.
      Bjos tenha um ótimo dia.

      Excluir
  13. rsrsrsr fui obrigada a rir!!! Agora pergunto e hoje vc gosta de charque?
    Um beijo da Eliane.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredita que gosto. Me lembro de uma vez que quis inventar uma historia para não comer. E disse que eu comeria a comida se tivesse um bife. Minha mãe fez minha irmã fazer um bife de charque, menina fiquei com tanta pena da minha irmã que comi, por esse bife de charque que hoje tenho pressão alta. ahahha
      Bjos tenha uma ótima semana.

      Excluir
  14. Anajá querida, eu gosto de charque. O ruim é tirar aquele sal todo.
    Que carne é essa na sua mesa? Bonita. Cheia de molho.
    Adoro pimenta.

    Eu já paguei castração para várias gatas da Emília. Aliás, todas as gatas que ela tem, mandei castrar.
    Deve ter umas 10, agora.
    Essas 3 são as últimas que apareceram na casa dela.
    Eu acho que é o melhor que posso fazer pelos animais dela.
    Vc devia castrar todos os seus.
    Eles se reproduzem rápido e faz pena, tanto animais abandonados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa carne é espinhaço de carneiro frito. Coloca tudo na panela a carne , temperos e 01 cebola. Deixe cozinha e quando começar a fritar deixe dar uma queimadinha e vá pingando água, ai fica esse colorido e um molhinho.

      Tem um truque para tirar o sal do charque.
      Coloque o charque picado na panela água e quando começar a ferver coloque uma colher de sal e deixe um tempinho e coe e lave. Tira o sal. Esse é um processo quando não se tem tempo de espera para que saia todo o sal.
      Bjos tenha um ótimo dia.

      Excluir
  15. Também quando vivi no campo queria viver na cidade e foi o que fiz e foi há vinte e cinco anos, mas ainda hoje digo que comida da cidade não chega aos pés da comida típica da região onde nascemos e crescemos.
    Não conhecia o termo charque.
    Bjo amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade agente vai para cidade mas nosso coração fica no campo.

      O charque é um produto tipico do Rio Grande do Sul, diferente das outras carnes na quantidade de sal usada para seu preparo. Foi o português José Pinto Martins, que produziu o charque pela primeira vez em 1777, usando do seu conhecimento em fazer carne seca que aprendeu quando morou no Ceará.

      Neste site ele explica muito bem as diferenças entre charque e carne seca e carne de sol:

      https://www.petitgastro.com.br/as-diferencas-entre-carne-de-sol-charque-e-carne-seca/

      Bjs tenha uma ótima semana.

      Excluir
  16. Eu cresci no campo, na adolescência fomos para a cidade. nunca me esqueci da maravilhosa vida que tínhamos! Amo o campo! Uma linda sala vc tem! Grande abraço! Tudo de bom! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem cresceu no campo jamais esquece as coisas boas que viveu.
      Obrigada.
      Bjos

      Excluir
  17. Querida amiga Ana, eu amo nossa comida campeira, pena que os pratos mais saborosos complicam o tal de colesterol. Mandioca frita, então, que delícia, Meu Deus! Viver no campo é morrer no paraíso!
    Um abração. Tenhas uma boa noite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas nós temos um antidoto muito valioso nosso chimarrão. ahhaha
      Tenha um ótimo dia.

      Excluir
  18. Dearest Anajá,
    Fond and not so fond memories... I've never eaten beef jerky so I don't know how it tastes. Both of us have to follow a very strict low cholesterol diet and beef meat we eat almost never.
    Love your photos!
    Hugs,
    Mariette

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. I eat a lot of meat and have high cholesterol. But I can not stop eating meat.
      Thank you!
      Have a nice day.

      Excluir
  19. Anajá querida, eu já jantei, mas estou com água na boca, é muita crueldade menina, fico do outro lado só na vontade, rsrs.
    Vida boa, é a vida que Deus nos concede, na cidade ou no campo, o mais importante é estar com quem amamos, isso nos faz mais felizes, né?
    Que messa linda, muito bem feita, parecida com as que a Adriana posta no blog dela, né?
    Bjus. Rose.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, temos que agradecer sempre nosso vida com saúde e felicidades.
      Adriana me manda muitas coisas lindas que ela faz.Me inspiro nas lindas decorações que ela faz e tento fazer também.
      Bjos tenha um ótimo dia.

      Excluir
  20. Nossa Ana, como a gente muda com o passar dos anos.
    As coisas simples passam a ter mais valor e acabam sendo agregadas com carinho a nosso dia a dia.
    Fiquei só imaginando sua cara de criança decepcionada no restaurante da cidade grande rs
    Lindo e apaixonante o banquete que você apresentou.
    Beijos
    http://mhilkadiniz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahah pior foi ter que comer charque. Mas aprendi e hoje como tudo que vejo de diferente.
      Bjos tenha uma ótima semana.

      Excluir
  21. Eu não podia nem sentir o cheiro do Aipo ou salsão que minha mãe colocava na salada, hehehehe, a gente muda!
    Adorei ver as delícias nesta mesa com pimentas lindas e confesso que nunca comi charque, mas tenho muita vontade, preciso fazer! Fiquei com vontades!
    Beijos
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem no supermercado, cuida só para tirar bem o sal. Faz um carreteiro tu vais adorar.
      Bjos tenha um ótimo dia.

      Excluir
  22. Yo tampoco soy de Charque...pero del resto si. Que ambiente más acogedor.
    Besos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. charque es una carne que se produce la sal y se toma al sol para secarse.
      Es muy bueno.
      Gracias por su visita.
      que tengas un bueno día.

      Excluir
  23. Anajá querida!
    Sua história linda e a inocência da simplicidade, me encantou. Você é especial Ana, e com a sua porta sempre aberta para nos receber, senti-mo-nos também em casa. Tive pena de não provar Charque, quando estive aí no Rio. Só conheço a carne seca e de sal. gostei muito de ambas, mas sua mesa me deixou com saudade.
    Beijinho amiga

    ResponderExcluir
  24. Anajá querida!
    Sua história linda e a inocência da simplicidade, me encantou. Você é especial Ana, e com a sua porta sempre aberta para nos receber, senti-mo-nos também em casa. Tive pena de não provar Charque, quando estive aí no Rio. Só conheço a carne seca e de sal. gostei muito de ambas, mas sua mesa me deixou com saudade.
    Beijinho amiga

    ResponderExcluir
  25. Anajá...realmente você nos surpreende a cada dia com imagens deliciosas! Bj amigo

    ResponderExcluir
  26. Boa tarde, desconhecia por completo Charque, certamente que é um prato saboroso, para o meu gosto, penso que não era capaz de provar tal comida, comida crua não é comigo.
    AG

    ResponderExcluir
  27. AMIGA QUERO UMA TABUA DESSA LINDAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!
    PIMENTA aguei....
    linda demais sua mesinha.
    arrasou!
    beijocas,tenhamos fé.
    DEUS ABENÇOE A GRANDE FAMILIA

    ResponderExcluir
  28. Oiê...
    Quanto tempo não vinha aqui :(
    mas sempre lembro de ti... agora não vou te perde de vista hehehe...
    Preciso de tempo para visitar os blogs amigos...

    Fica com Deus...
    Beijokassss....

    ResponderExcluir

Obrigada pela carinhosa visita. Tenha um ótimo dia.